sexta-feira, 30 de junho de 2017

Negabilidade plausível[1]
contra adversário que mente sistematicamente 


Pantsir1

28/6/2016, The Saker, Unz Review e The Vineyard of the Saker,
traduzido pelo Coletivo da Vila Vudu

A Internet anda fervendo, com reações contra o mais recente relatório de Stratfor sobre como se desenrolaria um confronto militar entre Rússia e os EUA. Não consegui o texto integral que, suponho, é reservado a assinantes pagantes de Stratfor (e, francamente, tenho melhores usos a dar ao meu tempo e ao meu dinheiro, que assinar aquele lixo).
A influência dos EUA no Oriente Médio está sendo enfraquecida pela Arábia Saudita
Saudi Arabia is Weakening US Influence in the Middle East
Como se previa, as tensões entre membros do Conselho de Cooperação do Golfo (CCF) estão corroendo aos poucos a unidade entre os aliados dos Estados Unidos no Oriente Médio.
Texto de Federico Pieraccini, tradução de btpsilveira
Em uma série de eventos quase sem precedentes entre os aliados regionais de Washington, a crise entre Arábia Saudita e Qatar parece pior a cada dia. A ansiosamente esperada lista de exigências apresentadas por Riad a Doha, aparenta ser intencionalmente inexequível, pois exige que o Qatar se confesse culpado dos crimes alegados pela Arábia Saudita, ou que enfrente as consequências, ainda desconhecidas até este momento.

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Os Estados do Conselho de Cooperação do Golfo liderados pela Arábia Saudita arruinar-se-ão até o esquecimento”


texto de Moon of Alabama, tradução de btpsilveira

Encorajada pelos Estados Unidos, a Arábia Saudita deslanchou uma campanha para finalmente subjugar o Catar até a condição de estado cliente. O plano chegou agora ao seu clímax. O Barein, o Egito, os Emirados Árabes Unidos e a Arábia Saudita cortaram todos os laços com o Catar.

Foram fechados todos os espaços aéreos e navais para o tráfego catari e as rotas terrestres foram cortadas. Os nacionais do Catar têm que deixar esses países dentro de 14 dias. Aos diplomatas Cataris foram dadas apenas 48 horas para que se retirem.